sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A Coronel Cláudia Romualdo, chorou ao dar entrevista sobre a morte do soldado Marcelo Barbosa Martins.

“Porque você não parou o carro no momento da abordagem? A partir do momento que você não parou, você assumiu o risco da fatalidade que ocorreu. Amanhã eu vou ter que enterrar um policial meu, que era um homem trabalhador e um excelente profissional”, disse a Coronel.



 

# Compartilhar :

7 comentários

avatar
Anônimo DeleteReply

depois dessa tragedia kd vcs direitos humanos nunca aparece so bandido q tem tem direitos humanos por isso ser bandido é melhor.....

avatar

Fiquei extremamente emocionado com o depoimento da Cel. Cláudia Romualdo! Somente um coração feminino para compreender a dimensão da perda: a família que perdeu o ente querido, a corporação que gastou anos, dinheiro público e o carinho da líder na formação de um único soldado. Vida muito mais preciosa e útil que a de um salafrário que o Direito Penal brasileiro e o Poder Judiciário - tolerante, laxista e inútil - faz questão de manter solto.
Coronel Cláudia: muitos cidadãos também choram com você! Tem a nossa mais completa admiração e apoio pelo senso de realidade e humanidade demonstrados publicamente na TV. Deus a conserve e também aos seus preciosos soldados!

avatar

Me perdoe pela franqueza, mas em poucas palavras farei um pequeno desabafo. Admiro o profissionalismo e a sensibilidade da Coronel Cláudia, eu que não participei do teatro das operações me comovi tanto quanto ela, eu que morei na mesma casa e divide o mesmo aluguel com o Soldado Marcelo sei e entendo o quanto ele amava e dedicava a carreira Policial Militar... Uma certa época fizemos uma aposta na mega sena, perguntei á ele: Se vc ganhasse na mega sena o será do seu futuro?
ele me disse continuarei na Polícia Militar... Apesar da sua passagem meteórica na PMMG, demonstrou uma fidelidade, compromisso com a sociedade servir e proteger, que são atitudes de verdadeiros heróis. Infelizmente atitudes como essa desse cidadão infrator que começou a enxergar as linhas do horizonte, nem tem identidade própria, mas o orgulho, a vaidade o encentiva a achar que é homem. Eu tenho pena e lamento por essa alma perdida... Que se sente os verdadeiros super-homens, ou super-hérois, Não tem noção o quanto as leis do homem é perversa e cruel. Tudo que faço agora é orar pela alma do meu irmão de farda que esta descansando no vale do salmo
23.2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. ¨Vc será punido pela lei de Deus e pela lei dos homens¨.
Deus abençoe e busque a Deus enquanto a tempo (infrator).

avatar

Caro Segundo Sargento Gildasio, não se deixe levar pela fraqueza em que momentos do acontecido com o saudoso PM Marcelo Martins leva a todos aqueles que ainda valorizam sobre tudo a vida do próximo, e que, por reconhecer que estamos, a qualquer um de nós, a qualquer momento propensos a atitudes alheia a mudar nossas vidas... Seu relato e franqueza arremete ao que estamos sangrando em nossa sociedade, por uma justiça mais firme e voltada para a equidade, por que nós do bem, precisamos de direitos humanos também. Sou solidário a dor de vocês, não sou policial, mas ao ver um irmão que sofreu a dureza e aspereza da violência, não posso deixar de manifestar também minha insatisfação! Vamos nos unir por mudanças...
Gleidson Araújo

avatar
Anônimo DeleteReply

Acredito que uma mulher na posição dela de chefe vê seus soldados como filhos e a dor dela ao perder um policial é a mesma de estar perdendo um filho que estava sob sua proteção....

avatar
Anônimo DeleteReply

COMO CRISTÃO TAMBÉM, PEÇO A DEUS TODO PODEROSO POR ESTE "INFRATOR"...AGORA COM MUITA INDIGNAÇÃO E REVOLTA QUE ESTE FDP, PAGUE MUITO CARO NÃO SÓ PELA MORTE DO SOLDADO MAS POR MUITOS OUTRO CRIMES.....DEVERIA FICAR EM PRISÃO PERPÉTUA!!!!!!! "CADEIA NÃO EXISTE PARA RECUPERAR PRESOS, MAS SIM PARA PUNI-LOS"!!!!

avatar
Anônimo DeleteReply

Lamentável a fatalidade ocorrida com esse nobre Policiail. Aqui em Rondônia também perdi muitos colegas de farda que estavam no fiel cumprimento do dever. Que Deus, o nosso Supremo Criador conforte todos os familiares e amigos nesse momento de tanta dor e tristeza. Realmente é uma perda irreparável.
2º TEN PMRO RONALDO AMORAS

Postagem mais recente Postagem mais antiga Início